Notícias do Turismo
 

 

Kombi Home: adaptação que era quase uma casa completa


A Kombi Home é uma adaptação da utilitária clássica da Volkswagen que praticamente nasceu com ela nos anos 50.
As primeiras conversões usavam a carroceria básica da “perua” da VW e não eram tão complexas.
Com alguns gabinetes, sofá, frigobar e uma pequena pia, por exemplo, era um veículo para passeio com a família.
Camping ou aquela reunião familiar ou de amigos na praia, rio ou bosque era o ambiente ideal da Kombi Home.
Não era uma casa completa, mas por muito tempo satisfez os que desejam essa atividade.
O tempo passou e algumas passaram a ter barracas sobre a Kombi Home, sendo esta classificada como “camper”.
Então, podia-se dormir abrigado do lado de fora, sobre o teto.
Ainda hoje existem conversões desse tipo para outros veículos.

No Brasil, as primeiras conversões foram feitas pela CarBruno, mas seguiam o estilo de modelos como Samba Bus no exterior.
Era um veículo para passar o dia na praia e mantinha a carroceria original da Kombi 1200.
Nos anos 70, a coisa ficou mais séria com a empresa Minimax fazendo a Kombi Caracol. No entanto, em escala industrial, nenhuma superou a Karmann Mobil, divisão da Karmann-Ghia.
Esta veio com dois modelos sobre a Kombi: Touring e Safari.
Hoje em dia existem somente conversões artesanais, longe dos produtos mais bem acabados do passado.

O que é uma Kombi Home?

Como o próprio nome diz, trata-se de uma Volkswagen Kombi modificada para servir de motor home, ou seja, uma casa.
Este tipo de veículo tem como objetivo servir de moradia temporária em viagens de lazer.
Mais do que um veículo adaptado, para seus proprietários e entusiastas, trata-se de um estilo de vida.
Uma Kombi Home apresenta a versatilidade do utilitário da Volkswagen, cujo projeto comercial teve êxito nesse caso.
Só para termos uma ideia de como esse tipo de veículo é importante em certas regiões, a VW tem na Europa o modelo Califórnia derivado da Caravelle atual e o Grand Califórnia, um motor home completo e de fábrica, derivado da Crafter.
No caso brasileiro, a VW nunca produziu a Kombi Home, mas teve acordo com a Karmann Mobil para esta faze-la.
Basicamente a Kombi Home era um carro independente quanto ao suporte para os ocupantes.
Ela tinha um espaço interno que pode abrigar um dormitório para um ou dois casais, podendo ainda levar uma quinta pessoa, dependendo do modelo.
Banheiro químico com chuveiro, aquecedor de água, geladeira, fogão, forno, cama, cama que vira sofá e mesa para refeições são alguns dos itens a bordo.
E tem mais, reservatório de água, local para dejetos, pia com lavador, armários, guarda-roupa, ventilador, sistema elétrico com pelo menos duas baterias, bombas, retificadores e transformadores, entre outros.
Tanto usado a estrutura base da Kombi quanto uma carroceria projetada para esse fim, a Kombi Home é uma casa versátil.
Todos os espaços possuem alguma finalidade e as características básicas da mecânica da Kombi são preservados.
A Kombi Home se aproveita de uma plataforma vitoriosa no mercado de comerciais leves.
O assoalho plano pode ser usado, assim como a carroceria, mas com elevação necessária do teto.
Modelos da Karmann Mobil tinha carroceria traseira específica, mantendo apenas a cabine dianteira.
Sendo um veículo de baixa velocidade e com tendência forte à instabilidade, a Kombi Home é para condução lenta, no máximo 80/90 km/h.
Com toldo e locais para mesa dobrável e cadeiras de praia, ela é ideal para sentar e relaxar num camping ou local apropriado.
Tem sempre conectores para recebimento de água para uso geral e energia elétrica.

A Kombi Home é tão versátil que geralmente usa corrente de 110V, 12V ou mesmo gás GLP para abastecer a “casa”. Isso ocorre em aparelhos como chuveiro elétrico, refrigerador e forno, por exemplo.

Alguns proprietários adicionam extras, tais como climatizador ou ar condicionado, TV tela plana, microondas, direção hidráulica, rodado traseiro duplo ou talão (roda mais larga) e amortecedores duplos, fora conexão com internet.
Até mesmo aquecedor de passagem (de água) mais moderno é utilizado por alguns.
O banheiro da Kombi Home geralmente usa o chamado porta-pote, um vaso químico com a parte inferior removível para descarte dos dejetos.
O chuveiro é uma ducha móvel e removível, que desliza verticalmente.
Na frente, a cabine original da Kombi tem dois assentos e uma série de itens adicionais para monitoramento e conforto.

Uma Kombi Home pode ser convertida com kits prontos vendidos na internet e com prazo de conversão em torno de dois meses.

 

 

 

 
veja notícias anteriores >>
 

GRAND TRAILER " Transformando seu Projeto em Realidade "


NegóciosWEB